Luciano Huck recebe críticas após questão sobre última frase de George Floyd

Yves Ivanovna
By Yves Ivanovna 2 Min Read

Luciano Huck, 51, virou alvo de críticas nas redes sociais nesta segunda-feira (5) e tudo por causa de uma questão do quadro ‘Quem Quer Ser um Milionário?’ exibido no dia anterior no Domingão com Huck.

Os internautas acusaram o apresentador de “falta de sensibilidade” ao querer saber de um dos candidatos qual teria sido a última frase do americano George Floyd, assassinado em 2020 durante a sua detenção em Minneapolis, Estados Unidos, de acordo com documentos judiciais. Segundo ainda a pergunta, a frase tinha se tornado um grito de protesto contra o racismo.

O candidato mineiro Flávio Rosa acertou a quinta questão, valendo R$ 5 mil, ao responder “eu não consigo respirar”. Mas, não demorou muito para que o episódio virasse uma polêmica. “Não acredito que o Luciano Huck fez essa pergunta!”, comentou um internauta. “Será que ninguém da produção poderia ter barrado essa pergunta?”, quis saber o segundo seguidor e o terceiro completou. “Antes de apresentar o quadro, o Luciano Huck deveria checar as perguntas. Faltou ali sensibilidade”. Huck comanda o Domingão desde setembro do ano passado.

Afro-americano de 46 anos, Floyd morreu depois que um policial branco, Dereck Chauvin, colocou o joelho em seu pescoço por quase nove minutos, enquanto ele permanecia deitado no chão. A sua morte provocou muitas manifestações nos Estados Unidos e no mundo contra o racismo e a violência policial.

Em um vídeo filmado por uma pessoa que estava no local, que viralizou nas redes sociais, é possível ouvir Floyd gritar “não consigo respirar” por várias vezes. Ele havia sido detido pela acusação de tentar pagar uma conta com uma nota falsa de 20 dólares.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *